CEOE publica estudo sobre a composição do Tribunal de Justiça de São Paulo

Recente estudo do CEOE sobre a composição do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP) revelou uma preocupante discrepância de gênero na cúpula do judiciário paulista. Com apenas 4,2% das cadeiras ocupadas por mulheres desembargadoras, a representatividade feminina ainda é baixa. Desde 1874, o Tribunal de Justiça de São Paulo teve um total de 1338 desembargadores, dos quais apenas 56 eram mulheres.

Saiba mais